Michael Schumacher "em coma e em estado crítico"

Michael Schumacher "em coma e em estado crítico"

 

Lusa/AO online   Motores   29 de Dez de 2013, 20:56

O ex-piloto alemão Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, está em "coma" e em "estado crítico", depois do acidente de esqui sofrido na manhã de hoje na estância de Méribel, nos Alpes franceses

De acordo com uma informação do hospital, o germânico, de 44 anos, “sofria um sério traumatismo craniano” e estava “em coma” quando chegou ao Hospital de Grenoble, necessitando de uma “operação neurocirúrgica imediata”.

De acordo com as televisões públicas alemães ARD e ZDF, que citam fontes hospitalares, Schumacher está inclusivamente em perigo de vida.

Michael Schumacher foi transferido de helicóptero da estância alpina de Méribel para Grenoble, quando se percebeu que o seu estado era mais grave do que se pensava de início.

O antigo piloto sofreu na manhã de hoje (11:07 locais, 10:07 em Lisboa) um acidente de esqui, quando chocou com a cabeça contra uma rocha, numa altura em que esquiava fora da pista da estância de Méribel, nos Alpes franceses.

Schumacher foi inicialmente hospitalizado em Moutiers, mas, pelas 12:45 locais (11:45 em Lisboa), foi transferido para Grenoble, de forma a realizar mais exames, ao concluir-se que o seu estado poderia ser mais grave do que inicialmente parecia, segundo adiantou o jornal alemão Bild.

Na primeira informação oficial, prestada pelo diretor-geral da estância de Meribel, Christophe Gernignon-Lecomte, Schumacher não estaria mal: "Está no hospital de Moutiers, está consciente e, normalmente, o acidente não é demasiado grave", disse.

Sabine Kehm, porta-voz do antigo piloto, anunciou entretanto que Schumacher "levava capacete e não estava sozinho" quando aconteceu o acidente e que "mais ninguém esteve envolvido”.

Segundo a rádio France Info, Schumacher, que é dono de uma casa em Méribel, estava acompanhado pelo filho de 14 anos.

O Bild noticia ainda que o neurocirurgião Gerard Saillant, amigo pessoal de Schumacher, já viajou de Paris para Grenoble, para acompanhar diretamente o processo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.