Metade dos 10,5 milhões de refugiados do mundo vive em meio urbano

Metade dos 10,5 milhões de refugiados do mundo vive em meio urbano

 

Lusa/AO Online   Internacional   7 de Dez de 2009, 14:10

Cerca de metade dos 10,5 milhões de refugiados do mundo, registados pela ONU, vive actualmente em grandes ou médias cidades, principalmente em países em vias de desenvolvimento, afirmou hoje o dirigente do ACNUR, António Guterres.

O ex-primeiro-ministro português e Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), adiantou que pelo menos o dobro dos deslocados e refugiados, que regressam do exílio, também vive em meio urbano.

"Precisamos apagar da nossa mente a imagem ultrapassada de que a maior parte dos refugiados vive em imensos campos de tendas, geridos pelo ACNUR", disse Guterres, dias antes do encontro do Diálogo do Alto Comissário, a 09 e 10 de Dezembro, em Genebra, centrado nos desafios relativos à protecção de pessoas em contexto urbano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.