Açoriano Oriental
Marinha Portuguesa recupera equipamento oceanográfico norte-americano nos Açores

A Marinha Portuguesa recuperou um equipamento oceanográfico norte-americano que se encontrava à deriva, a cerca de 10 milhas náuticas a oeste da Ponta da Ferraria, na ilha de São Miguel.


Foto: Marinha Portuguesa
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

De acordo com comunicado, o Sistema Integrado de Observação dos Oceanos - Integrated Ocean Observing Systems (IOOS) – dos Estados Unidos, informou a Marinha Portuguesa de que uma boia oceanográfica, pertencente àquele instituto, se encontrava à deriva, a cerca de 10 milhas náuticas (aproximadamente 15 km) a oeste da Ponta da Ferraria, na ilha de São Miguel.


Segundo o IOOS, a boia soltou-se da sua amarração, no Golfo de Maine, tendo derivado para as águas açorianas, "sendo importante a sua recuperação face ao valor dos equipamentos que contém. Com cerca de uma tonelada de peso e 250 m de cabo com equipamentos, a boia corria o risco de derivar para terra, destruindo todos os equipamentos ", explica o IOOS.


Foi empenhado o NRP Setúbal, que se encontra em missão na Zona Marítima dos Açores, para proceder à deteção e recuperação do equipamento.


"Foi efetuada uma filmagem subaquática pelos mergulhadores do NRP Setúbal que permitiu aferir o estado do equipamento e garantir o adequado aconselhamento técnico por parte do Instituto Hidrográfico que se encontrava em contacto direto com o IOOS a acompanhar a operação".


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.