Mais de 38 milhões de euros vão ser investidos em 2009 no Pico

Mais de 38 milhões de euros vão ser investidos em 2009  no Pico

 

Lusa/AO Online   Regional   30 de Dez de 2008, 09:24

 Os três municípios da Ilha do Pico vão investir durante o próximo ano mais de 38 milhões de euros, sendo a educação, a rede viária, a cultura e o lazer as principais prioridades das autarquias.
 Os Planos e os Orçamentos foram submetidos à apreciação das respectivas assembleias municipais. Aquele que apresentou o maior investimento foi o concelho das Lages, cujo valor ultrapassa os 15 milhões de euros, aprovado em reunião de câmara com três votos favoráveis do PSD e duas abstenções do PS.

    Os principais investimentos vão ser realizados na rede viária, para além dos 12 quilómetros já reabilitados, a autarquia vai melhorar durante 2009 mais 25 quilómetros, distribuídos por 50 caminhos municipais, e no ensino, com a construção e reabilitação de escolas do concelho.

    A cultura, o desporto e o lazer são outras “fortes” apostas da autarquia das Lages.

    Em 2005, no início do mandato, foram estabelecidos “objectivos ambiciosos”, de acordo com a presidente do município, que, embora reconheça que não foi possível concretizar tudo o que foi programado, acrescenta que grande parte do planeado foi ou vai ficar executado.

    “Alguns dos nossos projectos não estão com o grau de execução que desejaríamos, outros não estarão concluídos até ao final do mandato, mas a maior parte dos compromissos assumidos perante o eleitorado estarão concretizados até lá”, afirmou Sara Santos.

    Aquele que apresenta o segundo orçamento mais elevado é o município de São Roque, que pretende investir no próximo ano mais de 12 milhões de euros, cujo documento foi aprovado em reunião de câmara com os votos favoráveis do PSD. Os autarcas do PS não estiveram presentes.

    As principais prioridades da autarquia passam por reabilitar os arruamentos em todas as freguesias do concelho, a Avenida do Mar e a escola do ensino básico.

    O Plano e o Orçamento vão ser complementados pelos investimentos da empresa municipal Cais Investe, que, durante o ano de 2009, pretende investir dois milhões de euros na electrificação da Baía das Canas, na Prainha, e de algumas zonas do Lajido de Santa Luzia.

    O presidente da Câmara Municipal de São Roque, Luís Filipe Silva, considera que este investimento reflecte o “rigor” da gestão camarária e “cumpre” com as propostas apresentadas ao eleitorado aquando das últimas eleições autárquicas.

    O Plano e o Orçamento do concelho de Madalena foram aprovados pela primeira vez em reunião de câmara por unanimidade, um facto que deixa o presidente do município satisfeito.

    De acordo com Jorge Rodrigues, o investimento que ultrapassa os 11 milhões de euros “reflecte a continuidade do projecto e da estratégia de desenvolvimento para o concelho que há muito foi definido” e que continuam a executar “ano após ano”.

    A obra prioritária para 2009 é a requalificação do centro da Vila da Madalena, no último ano do mandato, que terá um investimento de três milhões de euros.

    A autarquia prepara-se ainda para efectuar um importante investimento no âmbito do sistema de abastecimento de água, com a renovação, ampliação e melhoramento dos sistemas de captação e uma aposta na melhoria da componente eléctrica em alguns furos de captação.

    Jorge Rodrigues considera assim que a gestão camarária “cumpre” com as promessas feitas ao eleitorado, acrescentando que “nenhuma proposta foi esquecida”.

   


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.