MAI garante investimento na renovação de viaturas

MAI  garante investimento na renovação de viaturas

 

Lusa/AO Online   Nacional   19 de Ago de 2010, 07:46

O ministro da Administração Interna homenageou na quarta feira à noite os bombeiros mortos no combate aos incêndios este ano e garantiu que o Governo vai apoiar a renovação de viaturas para as corporações.

No 80º aniversário da Liga dos Bombeiros Portugueses, que se celebrou hoje em Cascais, Rui Pereira lembrou Cristiana Josefa, João Pombo e Carlos Santos, três bombeiros que morreram este ano no combate aos incêndios florestais e que recordou como "heróis e mártires, testemunhas de que o lema 'vida por vida' vale mesmo".

Em declarações aos jornalistas, o ministro afirmou o empenho do Governo em três domínios.

 

"Vamos fazer mais ao nível da formação, no domínio do equipamento, porque no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] queremos melhorar e renovar, e melhoramentos nos decretos-lei" que regulam a atividade dos bombeiros, enumerou.

Rui Pereira adiantou que tem tido reuniões com as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional para que se abram candidaturas para a aquisição de novas viaturas, afirmando que "não faz sentido" que o dinheiro europeu do QREN "não seja aproveitado".

Questionado sobre a maneira como as autoridades têm lidado com os suspeitos de fogo posto, o ministro disse que as forças policiais têm feito um "trabalho notável", no caso da PSP e GNR nos crimes negligentes e no caso da Judiciária nos crimes dolosos de incêndio florestal.

Em 2010 tem sido "tudo mais difícil" do que nos três anos anteriores, mas o ministro destacou que por cada bombeiro que cai se torna "mais evidente a determinação dos outros em continuar o combate" às chamas.

Em dia de comemoração dos 80 anos da Liga, houve condecorações para a Escola Nacional de Bombeiros, a Federação do Distrito de Aveiro, os bombeiros de Vila Meã, uma funcionária da Liga, as caixas de Crédito Agrícola, o Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa e os responsáveis pelo programa "Vida por Vida", exibido na RTP nos últimos dez anos e suspenso desde julho por falta de meios financeiros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.