Magalhães e Silva formaliza candidatura a bastonário


 

Lusa / AO online   Nacional   28 de Set de 2007, 16:27

Magalhães e Silva formalizou hoje a sua candidatura a bastonário da Ordem dos Advogados, com a entrega de 1.400 assinaturas, quase o triplo das exigidas pelos estatutos da OA, foi divulgado sexta-feira.
Magalhães e Silva anunciou oficialmente a sua candidatura a bastonário a 04 de Junho na sede da Ordem dos Advogados (OA), em Lisboa, apresentando como lema da campanha "Por uma Ordem Útil".

Carlos Pinto de Abreu, candidato a presidente do Conselho Distrital de Lisboa, e Luís Neiva Santos, candidato a presidente do Conselho Superior, ambos afectos à lista de Magalhães e Silva, formalizaram também hoje as suas candidaturas.

No acto de formalização das candidaturas esteve ainda presente Soares Machado, candidato a vice-presidente do Conselho Superior.

Magalhães e Silva apresenta Miguel Veiga como mandatário nacional e conta com o apoio dos antigos bastonários Mário Raposo, António Carlos Lima, António Osório de Castro, Maria de Jesus Serra Lopes, Augusto Lopes Cardoso, Júlio Castro Caldas e António Pires de Lima.

Na corrida a bastonário estão ainda Menezes Leitão (o primeiro a formalizar a candidatura com 800 assinaturas), António Marinho Pinto (o segundo mais votado nas últimas eleições) e Garcia Pereira.

Este último advogado vai formalizar a sua candidatura na próxima segunda-feira, data limite para o efeito, tendo já recolhido 750 assinaturas, disse o próprio hoje à agência Lusa.

António Vilar anunciou a sua candidatura, mas problemas relacionados com o reconhecimento das assinaturas por parte do Conselho Distrital do Porto podem colocar em risco esta pretensão.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.