Luís Sénica diz ser o homem certo para a presidência da Federação de Patinagem

Luís Sénica diz ser o homem certo para a presidência da Federação de Patinagem

 

Lusa/Ao online   Outras modalidades   17 de Nov de 2018, 18:58

O ex-selecionador de hóquei em patins Luís Sénica disse este sábado que é o homem certo para a presidência de Federação Portuguesa de Patinagem (FPP), a cujas eleições se candidata para fazer evoluir as várias disciplinas. 

"Assumo, sem receio, que sou a pessoa indicada para liderar a FPP. Tenho como suporte a minha afirmação, os largos anos de trabalho e dedicação a esta casa", disse Luís Sénica, durante a apresentação da candidatura, que decorreu no Luso.

O candidato salientou que, além da vertente desportiva, estará "sempre no topo superior", a organização administrativa, e que a própria comunicação e o marketing "são estruturalmente três áreas que pensamos serem extremamente importantes para o suporte daquilo que pretendemos".

Luís Sénica recordou que, enquanto selecionador nacional de hóquei em patins, ganhou todas as competições europeias em masculinos e foi vice-campeão do mundo de seniores e sub-20 e que foi treinador adjunto no último título feminino de Portugal.

Perante algumas dezenas de apoiantes, assumiu que a sua equipa vai ter de apresentar soluções para que "as novas disciplinas cresçam e se desenvolvam e sejam olhadas como disciplinas do futuro".

"Temos orgulho no nosso passado, olhamos o presente com confiança, mas o nosso grande objetivo é o futuro. Pretendemos modernizar e profissionalizar a estrutura da FPP, torná-la mais forte e atraente para todos", disse.

Na sua intervenção, Luís Sénica relembrou toda a sua ação em prol da patinagem, destacando a elaboração e operacionalização dos centros de treino no processo de preparação das seleções nas várias disciplinas e a abertura do hóquei em patins em cinco instituições do ensino superior.

"Estamos num plano de transição, há um plano aprovado em assembleia para 2016-2020. Nós respeitamos esse plano, mas temos as nossas ideias e vamos procurar evoluir e, calmamente e pacificamente, fazer uma missão pela patinagem onde cabem todos", frisou.

Neste momento, acrescentou, "o mais importante neste momento é ter a certeza de que a nossa seleção é estável, competitiva, de excelência, e vai estar mais vezes nas horas das decisões".

"Foi isso que me propus e que cumpri sempre enquanto selecionador nacional e são essas as condições que vou dar na totalidade à nova equipa técnica", que deve ser conhecida em janeiro.

Luís Sénica é, até à data, o único candidato à sucessão de Fernando Claro, que dirigiu a FPP nos últimos 15 anos, nas eleições agendadas para 15 de dezembro, com o slogan "Juntos vamos a FPP ainda mais forte e ainda mais vencedora".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.