Luís Filipe Menezes satisfeito com sondagens


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Out de 2007, 17:59

O líder do PSD, Luís Filipe Menezes, manifestou-se esta sexta-feira satisfeito com as sondagens mas disse que o partido "ainda não fez por merecer" estes resultados, garantindo que não irá "embandeirar em arco".
"É simpático, é moralizador mas somos realistas. Ainda não fizemos por merecer isso, temos de fazer por merecer", afirmou Menezes, em declarações aos jornalistas, no final de uma visita à Ordem dos Notários.

Luís Filipe Menezes disse ter recebido os resultados do barómetro DN/TSF/Marktest e da sondagem da Universidade Católica para JN/RTP/Antena 1 com "muita serenidade e tranquilidade".

"É um bom sinal, sinal de que existe uma possibilidade de os portugueses poderem ter uma lógica de alternância democrática do poder, mas não embandeiramos em arco", afirmou.

"Temos dois anos pela frente em que queremos que o Governo governe bem, não temos sofreguidão de poder, vamos ajudar no que for possível", acrescentou o líder social-democrata.

O barómetro DN/TSF/Marktest, divulgado hoje, aponta para um empate técnico entre o PS (36,9 por cento das intenções de voto) e o PSD (35,9 por cento), correspondendo ao pior resultado do partido do Governo, nos últimos dois anos.

Já de acordo com a sondagem da Universidade Católica, também divulgada esta sexta-feira, o PS caiu cinco pontos percentuais nas intenções de voto no espaço de cinco meses, situando-se agora nos 41 por cento, seis pontos percentuais à frente do PSD, que se manteve nos 35 por cento.

Ainda segundo esta sondagem, o novo líder do PSD, Luís Filipe Menezes, surge como a segunda figura política com melhor avaliação, a seguir ao Presidente da República.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.