Eleições regionais

Líder do PSD/A promete "ponte marítima" nas ilhas Triângulo


 

Lusa/AO online   Regional   28 de Ago de 2008, 16:06

O líder do PSD/Açores prometeu estabelecer uma “ponte marítima” para transportar passageiros e viaturas entre as ilhas do Faial, Pico e São Jorge, caso vença as eleições de Outubro, com a compra de dois navios "rápidos".
    Costa Neves, que hoje visitou o terminal de passageiros do porto da Horta, adiantou à agência Lusa que se trata de "uma solução de terceira geração", depois de as chamadas ilhas do Triângulo (do Grupo Central) serem servidas, inicialmente, por lanchas, depois cruzeiros e expressos.

    "Um Governo social-democrata vai estabelecer a ponte marítima do Triângulo, aproveitando a relação de proximidade entre Faial, Pico e São Jorge e as suas potencialidades turísticas", sublinhou Costa Neves, adiantando que essa operação será efectuada com dois navios, cuja compra está estimada em 10 milhões de euros.

    Segundo Costa Neves, os navios navegarão a 25 nós, transportando entre 200 a 300 passageiros e 25 a 35 viaturas.

    Um dos navios será de 45 metros e outro de 55 metros, acrescentou o líder regional do PSD, garantindo estar-se perante uma solução que vai permitir "maior frequência" de ligações às ilhas em causa, "mais operacionalidade com navios adaptados aos portos açorianos".

    Costa Neves avançou que esta “ponte” implica, na prática, que a ilha de São Jorge seja escalada uma vez por dia no Inverno e três vezes no Verão.

    "Nas outras duas ilhas, já com uma tradição de maior frequência, iremos actualizando conforme a procura", acrescentou.

    Criticando "as soluções encontradas" pelo Governo regional socialista nesta área, Costa Neves garantiu que o investimento de 10 milhões de euros para os dois navios "é comportável", contrapondo com "os 50 milhões que o PS prevê gastar com navios".

    "A ponte marítima é um elemento do sistema integrado de transportes que propomos e que tem assegurado conexões também as ilhas Terceira e Graciosa", do Grupo Central, sustentou.

    As eleições regionais para o Parlamento açoriano estão agendadas para 19 de Outubro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.