Açoriano Oriental
Açores/Eleições
Líder do CDS-PP diz que partido corresponderá à “vontade de mudança”

O líder do CDS-PP afirmou no domingo que os órgãos regionais do partido saberão “ler a vontade de mudança” que os eleitores açorianos expressaram nas urnas, mas sem clarificar se poderá contribuir para uma maioria do PS.


Autor: Lusa/AO online

“O CDS foi um partido determinante para tirar a maioria absoluta ao PS e é um partido fundamental e insubstituível para a mudança que os Açores precisam. O CDS-PP é a direita que soma e não que fratura e divide, vai estar certamente à altura das suas responsabilidades e os órgãos regionais do partido saberão ler a vontade de mudança que os açorianos expressaram”, afirmou Francisco Rodrigues dos Santos em declarações aos jornalistas na sede nacional do partido, em Lisboa.

Questionado se o CDS-PP está disponível para viabilizar uma solução governativa do PS ou se defende uma coligação à direita, Rodrigues dos Santos não foi claro na resposta.

“Nós seremos uma direita que vai acrescentar e somar, mas não dividir e fraturar o nosso espetro político. Os açorianos preferiram esta mudança, remeto esta reflexão sobre este sentido de mudança par aos órgãos regionais do CDS-PP, que saberão bem interpretá-lo”, disse.

Questionado se os eleitores do CDS-PP compreenderiam que o partido se pudesse aliar ao PS nos Açores quando é oposição aos socialistas a nível nacional, Rodrigues dos Santos repetiu ter confiança na forma como os órgãos regionais vão iniciar “um ciclo de conversações para expressar este sentido de mudança”.

“Eu sou um homem de direita e hoje acredito que a direita serena, dos valores, deu uma grande lição ao país”, afirmou.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.