Lava mata quatro militares iemenitas

Lava mata quatro militares iemenitas

 

Lusa / AO online   Internacional   1 de Out de 2007, 12:23

Quatro dos oito militares iemenitas dados como desaparecidos na sequência de uma erupção vulcânica na pequena ilha de Jabal Al-Tayr, ao largo do Iémen, morreram queimados pela lava, disseram soldados retirados da ilha no Mar Vermelho.
"Quatro dos nossos camaradas estão mortos, queimados pela lava", afirmou um dos soldados, em Al-Hudaydah, porto iemenita no Mar Vermelho para onde foram transportados os militares que estavam destacados na ilha de Jabal Al-Tayr.

"Morreram assim que o vulcão entrou em actividade, domingo cerca das 17:30" (15:30 em Lisboa), acrescentou um outro militar iemenita.

O vulcão lançou lava e cinzas a dezenas de metros, referiu domingo a Marinha canadiana, que se encontrava próximo do local.

O Governo iemenita solicitou ajuda das forças da NATO para localizar sobreviventes.

Ken Allan, um porta-voz das Forças Armadas canadianas, disse que uma esquadra da NATO indicou a existência de uma "erupção vulcânica catastrófica" às 19:00 (17:00 em Lisboa) de domingo.

A ilha, com três quilómetros de comprimento, encontra-se a 115 quilómetros da costa do Iémen.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.