Kadhafi está a salvo em Tripoli, garante um dos filhos

Kadhafi está a salvo em Tripoli, garante um dos filhos

 

Lusa/AO Online   Internacional   23 de Ago de 2011, 07:40

Saif Al-Islam Khadafi, um dos filhos do líder líbio, garantiu esta noite em Tripoli a jornalistas estrangeiros que o seu pai encontra-se a salvo na capital, onde o regime "quebrou a espinha dorsal da ofensiva rebelde".

Seif al-Islam, que no domingo os rebeldes alegaram ter detido e que o procurador do Tribunal Penal Internacional, Luis Moreno-Campo, garantira que iria ser extraditado para Haia já que tem um mandado internacional por crimes contra a humanidade na Líbia, surgiu esta noite no hotel Rixos, em Tripoli, onde está alojada a imprensa internacional.

Seif al-Islam, de 39 anos, considerado por muitos como potencial sucessor do líder líbio, levou esta noite um grupo de jornalistas estrangeiros a darem um passeio de carro blindado pelas zonas da capital líbia ainda sob o controlo do regime e quando questionado por um repórter da BBC se o seu pai está a salvo na capital, respondeu "é claro", sem avançar mais detalhes.

"Quebrámos a espinha dorsal dos rebeldes”, disse ao alegar que as forças opositoras ao regime caíram numa “armadilha”: “Fizémo-los passar por um mau bocado, então estamos a ganhar", acrescentou.

Mas o paradeiro de Kadhafi ainda é incerto. O seu complexo residencial Bab al-Azizia está a ser defendido pelas tropas do regime e uma fonte diplomática disse à AFP que o líder líbio poderá ainda encontrar-se no seu interior, mas aquele não surge em público há meses, apesar de serem divulgadas mensagens suas de áudio a partir de local desconhecido.

Numa mensagem divulgada no domingo, Kadhafi exortou os habitantes de Tripoli a “salvarem” a capital dos rebeldes.

Os rebeldes alegam ter assumido o controlo de cerca de 80 por cento da capital da Líbia, incluindo a sede da televisão estatal, mas um correspondente da BBC que acompanha os rebeldes informou que as forças de Kadhafi já reconquistaram parte do território.

No complexo residencial de Kadhafi, Seif al-Islam disse também esta noite a um grupo de três jornalistas que a cidade está "sob o controlo" do regime.

“Viram como o povo líbio se levantou” para combater a chegada dos rebeldes?, questionou ao observar que o “Ocidente dispõe de alta tecnologia que perturbou as comunicações e enviou mensagens ao povo” de que o regime de Kadhafi tinha caído, referindo-se a SMS enviadas no domingo aos habitantes de Tripoli.

“É uma guerra tecnológica e mediática para causar o caos e o terror na Líbia”, considerou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.