Trabalho

Jovens dos Estagiar T e L quase todos empregados

Jovens dos Estagiar T e L quase todos empregados

 

Pedro Nunes Lagarto   Regional   30 de Out de 2009, 10:42

Dos 6659 jovens que frequentaram os programas Estagiar L e Estagiar T desde 1998 somente 16 estão inscritos como desempregados nos centros de emprego dos Açores.
A garantia é dada pelo director regional do Trabalho e Qualificação Profissional, Rui Bettencourt, que foi ouvido pelo “Açoriano Oriental” na sequência do anúncio do PSD/Açores que vai propor que o governo regional apresente um relatório de avaliação dos programas Estagiar.

“No ano inicial, 1998, tínhamos 24 jovens no Estagiar L e 19 no Estagiar T, este ano esse número subiu para 491 e 393, respectivamente, e no somatório de todos os anos temos 3797 jovens no Estagiar L e 2862 no Estagiar T, ou seja, esses dados falam por si”, afirma Rui Bettencourt.

O governante salienta como mais-valias dos programas Estagiar “a elevada percentagem de integração no mercado de trabalho” e a possibilidade de reconversão profissional.

“Por exemplo, um jovem licenciado em filosofia que frequenta o Estagiar L numa empresa de turismo e findo o estágio garante contrato, ora, isto é positivo, pois actualmente não se pode ter uma visão rígida do mercado de trabalho”.

Ainda segundo Rui Bettencourt, entre as empresas que mais contratam jovens findo os programas Estagiar temos a Portugal Telecom, a Marques e alguns bancos.Refira-se que ontem o PSD anunciou no Parlamento que vai apresentar um projecto de resolução que visa propor ao Governo que faça, com a maior brevidade, um relatório de avaliação dos programas Estagiar.

O parlamentar Cláudio Almeida defendeu que o relatório de avaliação dos programas Estagiar deve apresentar o grau de cumprimento dos objectivos de inserção profissional, bem como o número de estagiários que têm obtido contratação por parte das entidades promotoras, além do grau de satisfação dos beneficiários e destinatários do programa Estagiar.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.