Série Açores

Jornada de goleadas com Boavista na liderança

Jornada de goleadas com Boavista na liderança

 

Arthur Melo   Futebol   1 de Nov de 2009, 17:29

A sétima jornada da prova rendeu 17 golos e uma das goleadas foi obtida pelo actual comandante do campeonato, o Boavista do Pico

A sétima jornada da Série Açores permitiu que o Boavista conservasse a liderança da prova, goleando o Capelense por 4-2, numa ronda que ainda contou com outro resultado bastante desnivelado e que se saldou por um total de dezassete golos apontados.

Em São Mateus, a equipa de Isidro Beato construiu o triunfo no primeiro quarto de hora da partida, eltura em que se viu a vencer por três golos de diferença.

A eficácia axadrezada foi de cem por cento uma vez que nos três primeiros remates à baliza de Pedro Martins o Boavista marcou sempre.

Confortável na liderança folgada do marcador, o Boavista ficou reduzido a dez elementos ainda na primeira parte, por expulsão de Edmilson e, no segundo tempo, o Capelense reagiu e reduziu por Sidónio na transformação de uma grande penalidade.

Contudo, Parreira sentenciou o desafio já perto do fim, tendo os capelenses ainda tido tempo para reduzir, novamente por intermédio de Sidónio e mais uma vez na transformação de uma grande penalidade.

Em Água de Pau registou a segunda goleada do dia, com o Santiago a inverter o ciclo negativo de três desaires, batendo o Lusitânia por cinco bolas a uma.

Ludgero, de grande penalidade, inaugurou o marcador, tendo Manú, Gervásio e o mesmo Ludgero voltado a ampliar o marcador, antes de Benjamin Vicente reduzir para 4-1 antes do tempo de intervalo.

No segundo tempo, o triunfo da equipa de Duarte Borges ganhou maior expressão com Tozé a faxzer o quinto tento da equipa pauense, o sexto do encontro.

Em Ponta Delgada, no Estádio Municipal Jácome Correia, o teimoso nulo que parecia ser o resultado final entre União MIcaelense e Madalena foi desfeito em cima do apito final.

Michel foi o autor do tento da vitória dos picoenses, o que permite à equipa de Vítor Móia manter-se na preseguição ao vizinho e rival Boavista, a dois pontos de distância.

Idêntica situação ocorreu em Angra do Heroísmo entre o Angrense e o Barreiro. O tento dos encarnados da Rua de São João foi obtido já depois da hora e seu autor foi Ivo.

No outro encontro desta sexta jornada, o Flamengos perdeu em casa com o Desportivo de Rabo de Peixe, conseguindo a equipa de Jaime Vieira obter a sua segunda vitória no campeonato.

Luís Filipe e Nelson Bettencourt (este na sua própria baliza) colocaram a equipa da Vila piscatória a ganhar por dois a zero no Vale dos Flamengos, tendo já na etapa complementar Nivaldo, na sua própria baliza, apontado o tento de honra para os faialenses.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.