Açoriano Oriental
João Henriques quer pontuar para atingir “rapidamente” meta da manutenção

O treinador do Santa Clara, João Henriques, afirmou esta sexta feira que pretende pontuar no próximo domingo frente ao Gil Vicente, para atingir "rapidamente" a meta da manutenção na I Liga de futebol.

article.title

Foto: MANUEL FERNANDO ARAÙJO/LUSA
Autor: AO Online/ Lusa

"Queremos rapidamente atingir a nossa grande meta, e após estas duas jornadas sem pontuar, queremos voltar a pontuar, queremos continuar [as boas exibições] e traduzir em pontos o bom momento em que a equipa está", afirmou João Henriques na antevisão à deslocação a Barcelos para a 24.ª jornada.

O Santa Clara, que começou a segunda volta do campeonato com quatro vitórias consecutivas (frente a Famalicão, Paços de Ferreira, Belenenses SAD e Tondela), somou duas derrotas nas últimas duas jornadas, frente a Moreirense (2-1) e FC Porto (2-0).

O treinador dos açorianos destacou que o objetivo da equipa é atingir rapidamente a marca dos 30 pontos, assinalando que pretende sair da próxima jornada com "vantagem sobre um adversário direto", uma vez que na primeira volta o Santa Clara venceu os gilistas por 1-0.

"Nós vencemos em casa [na primeira volta], queremos sair dessa jornada com vantagem sobre um adversário direto na tabela classificativa e para termos essa vantagem temos de sair de lá com pontos", apontou.

Sobre o próximo adversário, que nos últimos cinco jogos somou duas derrotas (frente a Moreirense e Benfica), um empate (contra o Sporting de Braga) e duas vitórias (diante do Vitória de Setúbal e Boavista na última jornada), João Henriques disse tratar-se de uma equipa "forte".

"Uma equipa forte, tem bons valores individuais e que naturalmente tem um treinador muito experiente que faz com que a equipa no seu coletivo também saiba muito bem aquilo que tem de fazer", considerou.

O treinador insular disse esperar um jogo equilibrado entre duas equipas que estão a fazer um campeonato "bom" e "regular".

"Espera-se um jogo equilibrado. Da nossa parte vamos ser competitivos como somos em todos os jogos. É isso que pretendemos ser, procurando obviamente conquista de pontos que é para isso que nós vamos a Barcelos", frisou.

Sobre a falta de eficácia do Santa Clara - a equipa partilha com o Boavista o terceiro pior ataque da prova com 18 golos marcados -, João Henriques disse tratar-se de "infelicidade" e falta de confiança.

"Nós gostaríamos de fazer muito mais, até porque, se somos uma das equipas que mais cria, mas que tem o pior índice de eficácia, isso é sobretudo alguma infelicidade em alguns momentos e são os índices de confiança que são precisos ter em alguns jogadores", relevou.

Santa Clara, novo classificado, e Gil Vicente, oitavo, têm ambos 29 pontos e vão medir forças no próximo domingo, às 16:00, no estádio Cidade de Barcelos, em jogo a contar para 24.ª jornada da I Liga de futebol.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.