Inaugurado Centro de Apoio ao Idoso “José da Costa Franco” nos Mosteiros

Inaugurado Centro de Apoio ao Idoso “José da Costa Franco” nos Mosteiros

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   23 de Out de 2019, 17:02

O Centro Integrado de Apoio ao Idoso “José da Costa Franco”, na freguesia dos Mosteiros, foi inaugurado na manhã desta quarta-feira pelo presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, tornando o sonho de José Franco, uma referência do comércio tradicional da cidade de Ponta Delgada, fundador e proprietário da loja Riviera, falecido em 2018, uma realidade e suprimindo uma necessidade da freguesia.

Na ocasião, José Manuel Bolieiro afirmou ser necessário assegurar espaços de convívio para potenciar a alegria e a vontade de viver.

No caso em apreço, foi possível na sequência da doação da “Casa dos Avós” pelo empresário José Franco ao município de Ponta Delgada com o propósito de servir e valorizar os idosos da sua freguesia de origem e, ao mesmo tempo, prestar homenagem à sua mãe, refere nota de imprensa.

A edilidade, em cooperação com a Junta de Freguesia, cumpriu com o desejo do empresário e com o sonho e a necessidade dos idosos dos Mosteiros, que agora dispõem de um espaço acolhedor onde podem passar o dia (o Centro está aberto de segunda-feira a sexta-feira entre as 09h00 e as 17h00), num registo de conforto para os idosos e para as suas famílias.

O presidente da autarquia enalteceu o empenho da Junta de Freguesia, presidida por Carlos Cabral, e da Divisão de Desenvolvimento Social, tutelada pela vereadora Maria José Lemos Duarte, e congratulou-se coma adesão ao centro.

Estão inscritos 14 idosos, que, assim, expressam a vontade de cuidarem de si e de darem carinho uns aos outros, contribuindo para a sua própria felicidade e bem-estar.

A nota de imprensa explica ainda que a Câmara Municipal de Ponta Delgada e a Junta de Freguesia de Mosteiros comprometem-se, na sequência do "protocolo de cooperação assinado em junho deste ano, a desenvolver atividades que proporcionem aos idosos o seu bem-estar e desenvolvimento integral num clima de segurança afetiva e física através de um atendimento personalizado; colaborar com a pessoa no seu processo de promoção social; colaborar de forma eficaz no despiste de necessidades especiais, assegurando um encaminhamento adequado; permitir a cada pessoa, através da participação da vida em grupo, a oportunidade da sua inserção na sociedade; favorecer a inter-relação família/comunidade em ordem à valorização, aproveitamento e rentabilização de todos os recursos do meio; garantir o ambiente físico adequado, proporcionando as condições para o desenvolvimento das atividades, num clima calmo, agradável e acolhedor; e, ainda, proporcionar uma vasta gama de atividades integradas num programa, considerando as características individuais de cada pessoa".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.