Açoriano Oriental
IL denuncia deficiências no registo que obrigam ao adiamento de escrituras nos Açores

A Iniciativa Liberal (IL) nos Açores denunciou hoje a existência de deficiências no registo cadastral de terrenos SiRGIC (Sistema de Recolha e Gestão de Informação Cadastral), o que está a impedir e a adiar a realização de escrituras.

IL denuncia deficiências no registo que obrigam ao adiamento de escrituras nos Açores

Autor: Lusa

A situação foi denunciada pelo deputado da IL no parlamento açoriano, Nuno Barata, que entregou na Assembleia Legislativa Regional um requerimento a pedir esclarecimentos ao Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM).

No documento já entregue pelo parlamentar, o deputado questiona o executivo açoriano sobre se “vai insistir na narrativa de que tudo está a funcionar bem, apesar dos relatos públicos contrários”.

Que "medidas vai ou estão a ser tomadas" pelo Governo Regional para "melhorar a plataforma e a acessibilidade dos cidadãos”, questiona, ainda, o deputado, segundo uma nota de imprensa enviada às redações.

No requerimento, Nuno Barata lembra, também, que “este sistema, imposto nos Açores pelo Governo Regional, tem criado enormes constrangimentos aos promotores e atrasos nos registos” de particulares e empresas.

Os liberais denunciam que “a Plataforma de Recolha e Gestão de Informação Cadastral encontra-se, a maioria das vezes, inoperacional” e que quando tal sucede “existem dificuldades no contacto telefónico com os serviços correspondentes”.

Além disso, e segundo o deputado único da IL no parlamento regional, “quando, raras vezes, se consegue o contacto telefónico com os serviços, os funcionários não sabem dizer ao cidadão como proceder para a resolução da situação”.

De acordo com Nuno Barata, “atualmente existem processos de escritura que não se realizam e têm de ser adiados, por falta de documentação referente ao SiRGIC”.

Nuno Barata alega que “todas essas situações criam constrangimentos aos cidadãos, famílias e empresas” e que, “no futuro, este sistema irá criar ainda mais problemas", pois "sem uma confirmação cadastral no terreno podem existir demasiados erros nas propriedades e, algumas delas, desaparecerem do próprio sistema”.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados