Gripenet recruta voluntários para monitorizar gripe

Gripenet recruta voluntários para monitorizar gripe

 

Ana Mena / Ciência na Imprensa Regional / Ciência Viva   Nacional   18 de Nov de 2013, 16:55

O Gripenet lança uma campanha de recrutamento de voluntários para monitorizar a epidemia sazonal de gripe (2013/14).

 Todos podem participar neste projeto de ‘ciência cidadã’, desenvolvido por investigadores do Instituto Gulbenkian de Ciência.

Até final de Abril, os residentes em Portugal são convidados a reportar os seus sintomas (sejam calafrios, tosse ou febre) através do site www.gripenet.pt, o que permite medir, com grande rapidez, a incidência da gripe, a sua dispersão no território nacional e quais os grupos etários mais afectados. Permite igualmente despistar outros problemas de saúde, como constipações, alergias ou gastroenterites. Ou entender quais os factores de risco na população, a eficácia da vacina, o recurso aos sistemas de saúde ou os comportamentos face à doença. Os dados, anonimizados, são disponibilizados numa plataforma pública, on-line.

Esta época entra também em funcionamento uma aplicação para crianças dos primeiro e segundo ciclos do ensino básico, designada Gripenet Kids, que, sob a forma de jogo lúdico, transmite conhecimentos sobre vírus, epidemias, cuidados a ter para evitar o contágio, etc. Esta aplicação foi desenvolvida em parceria com a tecnológica Take the Wind, com o patrocínio da Fundação Portugal Telecom.

Também este ano estará disponível, pela primeira vez, uma aplicação para telemóveis, gratuita, para facilitar o reporte de dados, onde quer que o participante se encontre, de forma rápida e fácil.

O Gripenet foi um dos fundadores da rede europeia Influenzanet, que conta já com dez países participantes. Desenvolveu ainda um projeto similiar para a monitorização da febre de dengue, no estado brasileiro da Baía (Dengue a Web).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.