Ambiente

Greenpeace alerta para a dependência de combustíveis

Greenpeace alerta para a dependência de combustíveis

 

Lusa/AOonline   Internacional   6 de Out de 2008, 15:58

Militantes ecologistas da Greenpeace abordaram na noite de domingo para esta segunda-feira um navio com carvão, em Gijon (norte), para denunciar os efeitos negativos e pedir a redução da dependência de Espanha deste combustível.
Vários militantes abordaram o "Windsor Adventure", um navio de 190 metros de cumprimento, transportando 54.000 toneladas de carvão proveniente da Colômbia, enquanto outros pintaram no casco a mensagem "Abandonemos o carvão", segundo um comunicado da Greenpeace.

    O objectivo da operação foi apelar a Espanha, mau aluno europeu em matéria de emissões de CO2, a reduzir a sua dependência energética do carvão, cuja combustão é "a principal causa da mudança climática", explicou a Greenpeace.

    "A Espanha, enquanto membro da União Europeia, é o último país relativamente (ao respeito pelo protocolo) Qioto e o quarto consumidor de carvão", de que "importa cerca de 60 por cento" das suas necessidades de consumo, denunciou a organização ecologista.

    A Greenpeace lembra que os países membros da UE devem iniciar terça-feira as negociações num plano europeu da luta contra as alterações climáticas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.