Governo dos Açores alarga programa de formação para cuidadores formais a todas as ilhas

Governo dos Açores alarga programa de formação para cuidadores formais a todas as ilhas

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   21 de Dez de 2018, 17:10

A secretária regional da Solidariedade Social anunciou, esta sexta-feira, na ilha Terceira, o alargamento do programa de formação para cuidadores formais a todas as ilhas dos Açores.


“Já está previsto para 2019 o investimento que torna possível alargar este programa de formação às restantes ilhas do arquipélago, nomeadamente Faial, Pico, São Jorge, Flores e Corvo”, afirmou Andreia Cardoso, à margem de uma visita à Estrutura Residencial para Idosos da Santa Casa da Misericórdia dos Altares, instituição que conta já com dois colaboradores formados.



De acordo com nota do Gacs, a formação dirigida aos cuidadores formais foi desenvolvida pela Direção Regional da Solidariedade Social em 2016 e permitiu disponibilizar, de forma gratuita e homologada, dois cursos distintos.



Um curso denominado 'Envelhecimento e Dependência: Direitos, Pressupostos Interventivos e Prestação de Cuidados', com uma carga de 50 horas, dirigido a pessoal auxiliar e técnico, e um curso sobre 'Gestão e Coordenação Técnica', com uma carga de 60 horas, que tem como público-alvo técnicos e dirigentes das IPSS.



A secretária regional adiantou que, até à data, “já foi possível formar um total de 92 colaboradores das ilhas de São Miguel, Terceira e Graciosa”, em parceria com as instituições Cresaçor e Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo e com o apoio de 10 formadores.



“Acreditamos que esta medida não beneficia apenas os formandos, mas os mais de dois mil utentes da rede de respostas sociais da Região, que são, na prática, os grandes beneficiários e que agora contam com o apoio de profissionais melhor preparados para lhes prestar os cuidados e melhor adaptados às suas necessidades”, salientou Andreia Cardoso.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.