Galp anuncia nova descoberta de petróleo no Bloco 32 em Angola


 

Lusa/Ao online   Nacional   3 de Dez de 2007, 07:53

O consórcio integrado pela Galp Energia anunciou hoje uma nova descoberta de petróleo no Bloco 32 de águas ultra-profundas do off-shore de Angola, nomeadamente no poço de pesquisa designado por Alho-1.
Em comunicado enviado à Comissão de Mercados de Valores Mobiliários da Bolsa de Lisboa, a Galp adianta que o poço Alho-1, à profundidade de 1.607 metros, provou a existência de petróleo de boa qualidade num formação geológica de idade oligocénica, com um débito de 5.400 barris diários.

    O poço situa-se na região nordeste do Bloco 32, a cerca de nove quilómetros a noroeste de outro poço, o Cominhos-1, descoberto em Maio de 2007.

    Situado em águas profundas do off-shore angolano, o Bloco 32 vê assim o seu potencial confirmado com as anteriores 12 descobertas anunciadas entre 2003 e 2007, estando a decorrer estudos técnicos complementares para avaliar os resultados dos testes.

    O consórcio que explora o Bloco 32 é constituído pela francesa Total (operadora, 30 por cento), a norte-americana Marathon Oil (30 por cento), a Sonangol (20 por cento), a norte-americana Exxon (15 por cento) e a Galp Energia (5 por cento).

    Em termos off-shore, de Angola, a Galp também está presente nos Blocos 33, 14 e no 14K/A-IMI.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.