Açoriano Oriental
Comércio
Furtos no retalho em Portugal totalizam 383 milhões de euros
Os custos de crime no retalho em Portugal atingiram em 2010 os 383 milhões de euros, menos 1,6 por cento que em 2009, segundo um estudo revelado esta terça-feira pelo Barómetro Global do Furto no Retalho.
article.title

Foto: ANDRE KOSTERS/LUSA
Autor: Lusa/AO online
O estudo, patrocinado pelo Checkpoint Systems, pretendeu monitorizar os custos da perda desconhecida (resultante de furto/crimes cometidos por empregados e erros administrativos) na indústria do retalho, entre Julho de 2009 e Junho de 2010.

De acordo com o estudo, Portugal foi o sexto país da Europa com um índice de taxa de perda desconhecida mais baixa, ao atingir um valor de 383 milhões de euros.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.