FIFA "batiza" mascote do Mundial 2014 de "Fuleco"

FIFA "batiza" mascote do Mundial 2014 de "Fuleco"

 

Lusa/AO online   Futebol   26 de Nov de 2012, 09:04

A FIFA anunciou esta segunda-feira que a mascote do Mundial de futebol do Brasil 2014 se chamará "Fuleco", nome mais escolhido numa votação popular, com 48 por cento dos votos num universo de 1,7 milhões de pessoas.

"Fuleco", um tatu amarelo, cujo nome resulta da junção dos termos futebol e ecologia, foi o mais votado dos três finalistas, à frente de "Zuzeco" (31 por cento), que juntava azul e ecologia, e "Amijubi" (21 por cento), que unia amizade e júbilo.

A opção dos organizadores do campeonato do Mundo por estes três finalistas, de entre os cerca de 450 nomes propostos, causou alguma polémica entre os adeptos, pela dificuldade em pronunciar os seus nomes.

A escolha de um tatu para mascote explica-se por ser um animal em perigo de extinção no Brasil e conhecido por se proteger numa carapaça esférica, que faz lembrar uma bola de futebol.

A FIFA e a organização do Brasil consideram a mascote como "crucial" na "hora de promover uma consciência ambiental", para além de "motivar o público a respeitar o meio ambiente".

Segundo um comunicado do organismo que superintende o futebol mundial, uma pesquisa de acompanhamento revelou que a mascote já ganhou popularidade desde a sua apresentação oficial, sendo que 89 por cento dos brasileiros já conhece o "Fuleco", que obteve uma pontuação de 7,3 em 10 como personagem que desperta simpatia.

As pessoas inquiridas sobre o assunto associam a mascote com a natureza, a paixão pelo futebol e elogiam o seu caráter amigável, com 90 por cento dos brasileiros a apoiarem a importância da mensagem de ecologia e apoio ao meio ambiente.

O campeonato do Mundo de futebol Brasil 2014 está agendado para os meses de junho e julho de 2014 e terá a participação de 32 seleções.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.