Feira Portugal Tecnológico 2008 abre hoje


 

Lusa/AO   Economia   18 de Nov de 2008, 07:26

Mais de duzentas empresas e entidades vão estar na feira "Portugal Tecnológico", considerada uma oportunidade para as Pequenas e Médias Empresas (PME) por privilegiar a oferta nas áreas da tecnologia, inovação e conhecimento em detrimento da dimensão das empresas.
"Esta feira quer mostrar que as oportunidades que existem em Portugal não têm a ver com a dimensão das empresas, ou seja, não são apenas para as multinacionais ou para as grandes empresas mas também para as PME. Está orientada por soluções e cadeia de valor e não por dimensão da empresa", disse recentemente à agência Lusa o coordenador do Plano Tecnológico, Carlos Zorrinho.

    O "Portugal Tecnológico 2008", que terá lugar entre os dias 18 a 23 de Novembro, com entrada livre, vai juntar mais de uma centena de empresas tecnológicas e 150 entidades com projectos inovadores que, frisou Zorrinho, estão a criar valor na economia nacional.

    Numa área superior a 20 mil metros quadrados, o "Portugal Tecnológico" vai mostrar as melhores soluções nos sectores da Energia, Telecomunicações, Educação, Saúde, Turismo, Mobilidade, Segurança e Sector Automóvel que, em conjunto com o Simplex, serão os principais pólos de atracção.

    Além disso, outros sectores de actividade estão representados nos três eixos da mostra - Inovação, Tecnologia e Conhecimento.

    O conceito assenta na sectorização vertical de várias áreas de actividade, reunindo na mesma arena os principais intervenientes neste mercado, desde as 'start-ups' às empresas consolidadas, bem como a própria Administração Pública, explica ainda um comunicado dos organizadores - a Associação Industrial Portuguesa (AIP), a Feira Internacional de Lisboa (FIL) e a Ban-Corporate & Media Relations.

    "Os portugueses que visitarem esta feira vão perceber por que é que Portugal passou a ter balança [comercial] tecnológica positiva", sublinhou Carlos Zorrinho.

    Segundo o comunicado, o "Portugal Tecnológico 2008" vai trazer a Portugal vários 'opinon makers' e compradores internacionais de tecnologia, acolhendo diversas conferências e seminários.

    O evento é co-financiado pelo Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) - Programa Operacional Factores de Competitividade e União Europeia - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.