Facebook divulgou lucros de 425 milhões de dólares no 3º trimestre

Facebook divulgou lucros de 425 milhões de dólares no 3º trimestre

 

Lusa/AO online   Economia   31 de Out de 2013, 09:04

A empresa Facebook apresentou na quarta-feira um lucro de 425 milhões de dólares (310 milhões de euros) no terceiro trimestre de 2013, invertendo os prejuízos de há um ano, graças ao aumento das receitas.

 

Os resultados por ação ultrapassaram em seis cêntimos a previsão média dos analistas, que era de 25 cêntimos.

O volume de negócios da empresa aumentou 60% em termos homólogos, para dois mil milhões de dólares, acima dos 1,9 mil milhões esperados.

Por outro lado, um responsável da empresa admitiu pela primeira vez que esta rede social está a perder capacidade de atração entre o público mais jovem, o que lançou uma sombra sobre os resultados divulgados.

“O uso do Facebook entre os adolescentes norte-americanos foi estável entre o segundo e o terceiro trimestre, mas verificámos uma descida do uso quotidiano, em particular entre os adolescentes mais jovens”, reconheceu o diretor financeiro, David Ebersman, durante uma teleconferência com analistas.

Um estudo divulgado no início do mês pelo banco de investimento Piper Jaffray concluía que o rival Twitter, que se prepara para entrar em bolsa, tinha destronado o Facebook nas preferências dos adolescentes, dos quais 26% mencionavam agora o Twitter como a sua rede social preferida contra 23% que indicavam o Facebook e a sua filial de partilha de fotos Instagram.

Ebersman não deu elementos precisos, sublinhando a “falta de precisão” dos dados, mas a evolução é menos favorável que a do conjunto dos utilizadores do Facebook, que passaram em três meses de 1,15 mil milhões para 1,19 mil milhões, e a parte dos mais empenhados, os que visitam o sítio todos os dias, progrediu de 699 milhões para os 728 milhões.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.