Até dia 18 de junho

Exposição “A Depressão na Objetiva de um Fotógrafo” patente em Angra do Heroísmo

Exposição “A  Depressão na Objetiva de um Fotógrafo” patente em Angra do Heroísmo

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   6 de Jun de 2019, 12:10

Está patente nos Paços do Concelho de Angra do Heroísmo, até ao dia 18 de junho, a exposição de fotografia: “A Depressão na Objetiva de um Fotógrafo”, promovida pela Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores em conjunto com a Delegação Regional dos Açores da Ordem dos Psicólogos.



A mostra foi inaugurada quarta-feira e conta com cerca de 20 fotografas que ilustram “o que é” e o “que não é” a depressão.


“Os problemas de Saúde Psicológica não definem quem somos ou o que podemos fazer. Não são a nossa vida. Não são a nossa história. Apenas parte dela. Como outros problemas têm solução”, é um dos motes da campanha 'Encontra uma Saída', lançada pela Ordem dos Psicólogos Portugueses em 2014, que inspirou o surgimento de outras ações e campanhas.


Em 2017 surge a campanha 'Depressão: Vamos Agir' que define um conjunto de medidas de combate e prevenção da depressão, e que impulsiona a um nível regional nos Açores várias ações, entre as quais a realização do projeto fotográfico “A Depressão na Objetiva de um Fotógrafo”, que se dá através de um convite feito pela Delegação Regional dos Açores da Ordem dos Psicólogos Portugueses à Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores.


A inauguração contou com a presença do vereador da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, Guido Teles, do representante da Delegação Regional dos Açores da Ordem dos Psicólogos, Filipe Fernandes, e do representante da Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores, Rui Borba.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.