Açoriano Oriental
Exoplanetas pouco densos podem ter anéis em seu redor

Uma equipa internacional, liderada por investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), encontrou evidências que sugerem que os exoplanetas “aparentemente pouco densos” podem ser semelhantes a Urano e ter um sistema de anéis em volta.

Exoplanetas pouco densos podem ter anéis em seu redor

Autor: Lusa/AO online

Em comunicado, o IA avança que a equipa de investigadores procurava uma "explicação para a densidade inesperadamente baixa do exoplaneta HIP 41378 f", a que o instituto chama de "exoplaneta de 'algodão doce'".

O HIP 41378 f integra a classe de exoplanetas e, segundo o instituto, tem o período orbital mais longo dos exoplanetas pouco densos até agora encontrados, estimando-se que seria oito vezes menos denso que Saturno, o que o "tornaria altamente anormal".

Nesse sentido, a investigação, liderada por Babatunde Akinsanmi, astrofísico e estudante de doutoramento da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), encontrou evidências que sugerem que o "planeta é semelhante a Urano, com um sistema de anéis em volta".

"Uma equipa do IA encontrou evidências que sugerem que este tipo de planetas, aparentemente muito pouco densos, podem na realidade ser semelhantes a Urano e ter anéis com uma dimensão superior a 2,5 vezes o diâmetro do planeta", esclarece o instituto.

Citado no comunicado, Babatunde Akinsanmi adianta que estes "planetas de algodão doce são uma classe rara de exoplanetas, com densidades muito menores do que a dos planetas gigantes do Sistema Solar".

"É difícil explicar estas densidades tão baixas e por isso resolvemos investigar o que se passava", afirma o astrofísico, acrescentando que a presença de anéis em volta do planeta faz com que o seu "diâmetro pareça muito maior durante um trânsito [método de medição da diminuição da luz de uma estrela]".

"Quando esta informação é combinada com uma estimativa da massa, determinada pelo método da velocidade radial [mecanismo que deteta exoplanetas medindo pequenas variações na velocidade da estrela], leva ao cálculo de uma densidade demasiado baixa”, explica o astrofísico.

Também citada no comunicado, a investigadora do IA Susana Barros afirma que o exoplaneta HIP 41378 f é "o melhor candidato" de um planeta com anéis fora do Sistema Solar.

"Esperamos conseguir confirmar observacionalmente a existência destes anéis brevemente. Além disso, este sistema planetário é muito interessante por ter cinco planetas em trânsito, com vários tamanhos e possivelmente composições diferentes", refere Susana Barros.

Paralelamente, Nuno Cardoso Santos, investigador do IA e do departamento de Física e Astronomia da FCUP acrescenta que apesar desta não ser "uma prova cabal", leva a crer que, pela primeira vez, se tenha descoberto "um exoplaneta com anéis".

"Uma descoberta que, não sendo totalmente inesperada, nos faz sonhar", conclui.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.