Estafeta portuguesa 4x100 metros desqualificada

Estafeta portuguesa 4x100 metros desqualificada

 

LUSA/AO   Outras modalidades   15 de Set de 2008, 14:21

A estafeta 4x100 metros T11-T13 portuguesa foi desqualificada na série de apuramento para a final dos Jogos Paralímpicos Pequim2008, na sequência de uma passagem de testemunho irregular
A estafeta 4x100 metros T11-T13 portuguesa foi desqualificada na série de apuramento para a final dos Jogos Paralímpicos Pequim2008, na sequência de uma passagem de testemunho irregular.
No final do primeiro percurso, Gabriel Potra, que corre sem guia, tropeçou em Nuno Alpiarça, guia de Carlos Lopes, e acabou por cair.
Com Gabriel Potra caído, Nuno Alpiarça acabou por ir buscar o testemunho, facto que motivou a desqualificação, porque a transmissão não foi completada.
A passagem de testemunho acabou por ser feita fora da área prevista, violando o artigo 170.14 da Federação Internacional de Atletismo (IAAF).
Nas três séries de apuramento, e além de Portugal, também o Brasil foi desqualificado por passagem irregular, enquanto as estafetas do Azerbeijão, Estados Unidos e Rússia não terminaram a prova.
A China, com recorde olímpico (42,80 segundos), a França, a Venezuela e Angola garantiram presença na final, agendada para terça-feira.
Os quatro elementos da estafeta portuguesa - Gabriel Potra, Carlos Lopes, Firmino Baptista e Luís Gonçalves - estavam visivelmente desiludidos no final da prova, uma vez que partiam para a prova como campeões e recordistas da Europa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.