Açoriano Oriental
Espetadores de cinema aumentaram em novembro mas total continua abaixo de 2017, diz ICA

As salas portuguesas de cinema registaram 1,32 milhões de espetadores em novembro, traduzindo um aumento de 39% em relação ao mesmo mês do ano passado, mas a subida não compensa a perda global de audiências registada este ano.

Espetadores de cinema aumentaram em novembro mas total continua abaixo de 2017, diz ICA

Autor: Lusa/Ao online

Segundo dados estatísticos mensais do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), hoje divulgados, em novembro, a rede de exibição comercial de cinema mobilizou 1,32 milhões de espetadores, quando, no mesmo mês de 2017, somara 962 mil espetadores.

Em termos de receita bruta de bilheteira, o aumento em novembro foi superior a dois milhões de euros, comparando com o mesmo mês do ano passado, subindo 40%, de 5,13 milhões para 7,2 milhões de euros.

Avaliando o panorama da exibição comercial de 2018, o ICA verifica no entanto que, entre janeiro e novembro, houve 13,15 milhões de espetadores em salas de cinema, ou seja, menos 5% do que no mesmo período de 2017 (13,84 milhões).

Em receitas de bilheteira, a quebra é de 2,8%, descendo de 72 milhões de euros para 70 milhões.

Segundo o ICA, até ao final de novembro estrearam-se comercialmente 33 longas-metragens de produção portuguesa.

O filme "Pedro e Inês", de António Ferreira, estreado em 18 de outubro, é o mais visto do ano, até agora, com 45.485 espetadores.

"The Incredibles 2: Os Super-Heróis", de Brad Bird, é o filme mais visto nas salas portuguesas de cinema, até final de novembro, com 605.879 espetadores.



 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.