Espanha

Espanha define aplicação do Tratado de Lisboa como a sua prioridade principal


 

Lusa/AO Online   Internacional   18 de Dez de 2009, 17:40

 A Espanha definiu hoje, em Bruxelas, como "prioridade principal e essencial" da sua presidência da UE, durante o primeiro semestre de 2010, a "total e efectiva aplicação do Tratado de Lisboa".

Na apresentação das prioridades da nova presidência, o ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Miguel Ángel Moratinos, sublinhou que o Tratado de Lisboa é essencial para que a Europa do Século XXI seja "forte para enfrentar os novos desafios".

Moratinos deu como exemplos de acções que serão desenvolvidas durante a presidência espanhola a criação do novo serviço europeu de acção externa e a regulamentação de medidas previstas no Tratado de Lisboa.

A segunda prioridade espanhola avançada por Moratinos é "garantir a recuperação económica da Europa através de uma maior coordenação dos Estados-membros e a aprovação da estratégia europeia de crescimento sustentável para 2020".

O chefe da diplomacia espanhola espera que a nova Estratégia UE 2020, para o período 2010-2020, que vai substituir a conhecida Estratégia de Lisboa no ano que vem, tenha "as coisas boas" desta e corrija as suas "deficiências".

Madrid definiu como terceira prioridade da sua presidência a aprovação de políticas europeias dirigidas aos cidadãos europeus, nomeadamente para desenvolver os seus direitos e liberdades.

A quarta e última prioridade é o "reforço da presença e influência da UE na nova ordem mundial".

A Espanha assume a direcção rotativa da União pela quarta vez desde que aderiu à então Comunidade Europeia em 01 de Janeiro de 1986.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.