Coreia do Norte

Enviado dos EUA confiante no processo de desarmamento


 

Lusa / AO online   Internacional   30 de Out de 2007, 11:10

O enviado dos Estados Unidos às negociações para o desarmamento nuclear da Coreia do Norte, Cristopher Hill, chegou esta terça-feira a Pequim onde se manifestou-se confiante no processo de abandono do programa nuclear de Pyongyang.
Hill, que se vai encontrar na capital chinesa com o seu homólogo norte-coreano, chega a Pequim dois dias antes da entrada na Coreia do Norte de especialistas norte-americanos que vão presenciar o arranque do processo de desmantelamento das infra-estruturas nucleares norte-coreanas.

"Há ainda alguns assuntos que precisam de ser finalizados, mas já ultrapassámos o ponto em que nós queríamos que eles fizessem mais e eles queriam fazer menos", disse Hill à chegada a Pequim, sem especificar.

Na quarta-feira, Hill vai encontrar-se na capital chinesa com o enviado norte-coreano Kim Kye-Gwan para discutir o acordo alcançado em Fevereiro no âmbito das conversações a seis (Estados Unidos, Coreia do Norte, China, Coreia do Sul, Japão e Rússia) para o desarmamento nuclear norte-coreano.

"Estamos noutro ponto importante das conversações a seis. A aplicação da segunda fase do processo de desnuclearização está agora a começar", afirmou o enviado norte-americano.

No acordo de Fevereiro, a Coreia do Norte aceitou desmantelar as infra-estruturas nucleares até ao fim do ano, em troca de ajuda energética e diversas concessões diplomáticas.

Hill e Kim vão também encontrar-se com o enviado da China, país anfitrião das conversações a seis, Wu Dawei.

No passado mês de Julho, Pyongyang desmantelou o reactor nuclear de Yongbyon, a principal infra-estrutura do programa nuclear norte-coreano, num processo de desarmamento a ser seguido por peritos norte-americanos, que vão assegurar que o desarmamento nuclear é definitivo.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.