Açoriano Oriental
Autárquicas
"Eleitores fantasma" mantêm-se nos cadernos eleitorais
A taxa de abstenção das eleições autárquicas de domingo aumentou de 39 para 41 por cento, em relação a 2005, uma percentagem que poderá não ser verdadeira uma vez aque há milhares de "eleitores fantasma" existentes nos cadernos eleitorais.
"Eleitores fantasma" mantêm-se nos cadernos eleitorais

Autor: Lusa / AO online
No ano em que se comemoram os 35 anos do 25 de Abril, os cerca de 9,3 milhões de eleitores foram chamados a participar em três actos eleitorais. Depois das europeias em Junho e das legislativas em Setembro, realizaram-se eleições autárquicas este domingo, dia em que foram eleitos 308 presidentes de Câmara Municipal, 308 presidentes de Assembleia Municipal e 4.260 presidentes de Junta de Freguesia.

Dos 9.376.402 eleitores votaram apenas 5.532.575 nas eleições autárquicas, o que corresponde a cerca de 41 por cento de abstenção. Em 2005 estavam inscritos 8.840.223, dos quais votaram apenas 5.390.571 (39 por cento de abstenção), de acordo com dados da Direcção-Geral da Administração Interna (DGAI). Ora, perante estes totais, é de salientar o aumento do número de novos eleitores (cerca de 600 mil) e o número de "eleitores fantasma" que se verificam ainda nos cadernos eleitorais.
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.