Autárquicas

"Eleitores fantasma" mantêm-se nos cadernos eleitorais

"Eleitores fantasma" mantêm-se nos cadernos eleitorais

 

Lusa / AO online   Nacional   13 de Out de 2009, 12:13

A taxa de abstenção das eleições autárquicas de domingo aumentou de 39 para 41 por cento, em relação a 2005, uma percentagem que poderá não ser verdadeira uma vez aque há milhares de "eleitores fantasma" existentes nos cadernos eleitorais.
No ano em que se comemoram os 35 anos do 25 de Abril, os cerca de 9,3 milhões de eleitores foram chamados a participar em três actos eleitorais. Depois das europeias em Junho e das legislativas em Setembro, realizaram-se eleições autárquicas este domingo, dia em que foram eleitos 308 presidentes de Câmara Municipal, 308 presidentes de Assembleia Municipal e 4.260 presidentes de Junta de Freguesia.

Dos 9.376.402 eleitores votaram apenas 5.532.575 nas eleições autárquicas, o que corresponde a cerca de 41 por cento de abstenção. Em 2005 estavam inscritos 8.840.223, dos quais votaram apenas 5.390.571 (39 por cento de abstenção), de acordo com dados da Direcção-Geral da Administração Interna (DGAI). Ora, perante estes totais, é de salientar o aumento do número de novos eleitores (cerca de 600 mil) e o número de "eleitores fantasma" que se verificam ainda nos cadernos eleitorais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.