Conjuntura

Economia portuguesa vai continuar a deteriorar-se nos próximos meses


 

Lusa/AO online   Economia   14 de Nov de 2011, 14:23

A economia portuguesa vai continuar a deteriorar-se nos próximos meses, segundo os indicadores avançados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).
Os indicadores compósitos da OCDE para Portugal caíram em Setembro para 97,63 por cento da média da série – no mês anterior, estavam em 98,11 por cento. Foi o oitavo mês consecutivo em que os indicadores para Portugal caíram.

Os indicadores avançados da OCDE visam prever pontos de viragem na tendência da actividade económica nos seis a nove meses seguintes. Ou seja: um ponto de viragem nos indicadores da OCDE (por exemplo, uma retoma) é seguido seis meses depois pela economia real.

A quebra continuada do valor para Portugal significa que a tendência de deterioração das condições económicas deverá prolongar-se nos meses seguintes.

Os indicadores da OCDE reflectem uma tendência de desaceleração da actividade geral para todas as economias avançadas.

Em Setembro, os indicadores recuaram tanto na zona euro (menos 0,81 por cento) como na média da OCDE (menos 0,42 por cento).

Para todos os grandes blocos analisados pela OCDE, tanto países avançados como economias emergentes (China, Brasil, Índia e Rússia) a previsão de médio prazo é de abrandamento da actividade

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.