Açoriano Oriental
Open da Austrália
Dominic Thiem estreia-se na final frente a Novak Djokovic

O tenista austríaco Dominic Thiem bateu o alemão Alexander Zverev para garantir a qualificação inédita para a final do Open da Austrália, em Melbourne Park, na qual vai defrontar o sérvio Novak Djokovic, campeão em título.

article.title

Foto: EPA/MICHAEL DODGE
Autor: Lusa/AO Online

Na segunda meia-final do primeiro ‘major' da temporada, o número cinco do ‘ranking' ATP, de 26 anos, derrotou o jovem germânico, sétimo da hierarquia, de 22 anos, em quatro ‘sets' muito equilibrados, pelos parciais de 3-6, 6-4, 7-6 (7-3) e 7-6 (7-4), em três horas e 42 minutos.

Zverev, que disputou pela primeira vez a meia-final de um torneio do ‘Grand Slam’, até entrou melhor em ‘court' e ganhou a primeira partida, mas Thiem, vice-campeão de Roland Garros em 2018 e 2019, elevou o nível do seu jogo e, com 43 ‘winners' e 10 ases, face aos 40 erros não forçados, assegurou a passagem à final, depois de já ter eliminado Rafael Nadal nos ‘quartos’.

"Foi mais um encontro surreal, com dois ‘tie-breaks' e em que foi quase impossível quebrar o serviço dele. É incrível estar na final do Open da Austrália pela primeira vez. Dificilmente teria imaginado um início de ano tão bom como este", admitiu o austríaco, reconhecendo que ambos começaram "bastante nervosos", por estarem a jogar pela primeira vez a meia-final em Melbourne.

Consumado o triunfo diante do alemão, que doou 10 mil dólares australianos por cada vitória para as vítimas dos incêndios que continuam a fustigar a Austrália, o austríaco vai defrontar Djokovic, que procura vencer pela oitava vez o ‘major' australiano, 17.º título do ‘Grand Slam’, e recuperar assim a liderança da hierarquia mundial.

"Joguei duas vezes a final de Roland Garros com o Rafa [Nadal], que é o rei da terra batida, e agora vou jogar com o Novak Djokovic aqui na Austrália, onde ganhou como nunca outro jogador ganhou. Parece que estou destinado a defrontar sempre os reis de cada um dos torneios do ‘Grand Slam’. Por isso, terei de ser paciente e confiar no meu trabalho, consciente de que darei tudo para ganhar", assegurou.

No confronto direto, Djokovic está em vantagem (6-4), mas o último encontro foi vencido por Thiem, no piso rápido das ATP Finals, em dezembro de 2019.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.