Demitiu-se Conselheiro da Segurança Nacional da Índia


 

Lusa / AO online   Internacional   30 de Nov de 2008, 11:16

O Conselheiro de Segurança Nacional indiano demitiu-se hoje na sequência dos ataques terroristas desta semana em Bombaim (Mumbai), noticiaram as cadeias de televisão indianas NDTV e Times Now.
    M.K. Narayanan entregou a sua demissão ao primeiro-ministro Manmohan Singh, que a aceitou, referiu a NDTV.

    Um conselheiro do primeiro-ministro declarou à agência France Press que "outros altos responsáveis do Governo deverão resignar" na sequência dos ataques de quarta-feira, de que resultaram cerca de 200 mortos.

    O ministro do Interior indiano, Shivraj Patil, foi o primeiro a demitir-se hoje, admitindo ser sua obrigação assumir a "responsabilidade moral" dos ataques.

    As investigações sobre a proveniência dos terroristas islâmicos que fizeram os ataques orientam-se agora para o grupo Lashkar-e-Taiba, um dos movimentos islamistas clandestinos paquistaneses que afirma lutar contra a "ocupação" indiana de Caxemira e contra as alegadas perseguições da minoria muçulmana da Índia.

    Um assaltante detido em Bombaim durante os ataques, Ajmal Amir Kamal, 21 anos, confessou aos investigadores que todos os terroristas chegaram do Paquistão e foram treinados pelo Lashkar-e-Taiba, segundo escreve hoje a imprensa indiana.

    Responsáveis dos serviços secretos dos Estados Unidos confirmam existir provas de implicação deste grupo extremista islâmico nos ataques de quarta-feira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.