Danny tona-se herói nacional da Rússia


 

Lusa / AO Online   Futebol   30 de Ago de 2008, 08:42

Poucos eram aqueles que na Rússia acreditavam que o Zenit de São Petersburgo pudesse derrotar o Manchester United na Super Taça da UEFA ou que o português Danny jogasse de forma tão brilhante poucos dias depois de se ter transferido do Dínamo de Moscovo.
    “O tempo e o local para a estreia do mais caro futebolista do campeonato da Rússia parecem ter sido feitos por encomenda”, escreve hoje o diário desportivo russo Sport-Express.

    “Danny, que a equipa de São Petersburgo adquiriu esta semana depois de pagar o valor recorde de 30 milhões de euros, vestiu pela primeira vez a camisola do Zenit no jogo da Super Taça da UEFA. E esse encontro, precisamente frente ao Manchester United, devia dar a primeira resposta aproximada à pergunta de como Advocat tenciona integrar o português nos esquemas táxticos da equipa”, acrescenta.

    O diário electrónico rbc.ru, escreve a propósito: “O jogo provocou um interesse acrescentado devido ao facto de se estrear Danny...”

    “Não foi curioso assistir ao jogo do português que agora já vale 30 milhões?”, pergunta o diário.

    “No 59º minuto, Danny mostrou e provou a tudo e todos porque é que pagaram 30 milhões por ele... O português assinalou a sua estrondosa transferência com um remate que fez o 2:0”, sublinha o jornal desportivo electrónico Sport.ru.

    A euforia face ao jogo do jogador português está também patente nos comentários escritos nos sites desportivos russos.

    “Felicito pela vitória! Queria um jogo bonito, mas recebi muito mais. Será que ainda temos receio de alguém?.. Danny, ai grande Danny. Continua assim. Felicidades para todo o Zenit”, escreve o leitor Shurik_1982 no site do Sport.ru.

    O diário electrónico Newsru.com chama a atenção para o facto de Dmitri Medvedev ter telefonado ao treinador holandêx Dick Advocat para felicitar os jogadores do Zenit pela vitória.

    Quando o Zenit venceu a Taça da UEFA, a Câmara de São Petersburgo agraciou o treinador com o título de Cidadão Honorífico da cidade, tendo sido o primeiro estrangeiro a merecer esse título.

    Depois da vitória no Mónaco, o canal desportivo Sport não excluiu a possibilidade de esse título ser atribuído a outros jogadores estrangeiros do Zenit: Danny (Portugal), Timachuk (Ucrânia) ou Dominguez (Argentina).

    Essa decisão poderá ser anunciada hoje, quando a equipa do Zenit for recebida por Ludmila Matvienko, presidente da Câmara de São Petersburgo.

    É de assinalar também que São Petersburgo é a terra natal da parte mais influente da actual élite política russa como Dmitri Medvedev ou Vladimir Putin.

    Os telespectadores mais atentos notaram que Danny tem ainda no braço direito a tatuagem do emblema do Dínamo de Moscovo.

    “Será que ele a vai mandar apagar e substituir pelo emblema do Zenit? Ou será que vai desenhar noutro lugar o emblema do novo clube?”, pergunta, Beniamin Kuznetsov, jornalista desportivo russo, talvez na esperança de que algum colega português consiga obter de Danny resposta a essa pergunta.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.