CTT lançam primeiro selo de cortiça do mundo

CTT lançam primeiro selo de cortiça do mundo

 

Lusa / AO online   Economia   28 de Nov de 2007, 15:18

Os CTT lançaram esta quarta-feira o primeiro selo de cortiça do mundo na Assembleia da República, numa edição única de 230.000 exemplares que está "praticamente esgotada".
"É um selo muito bonito, que homenageia em simultâneo quer a cortiça quer o sobreiro e o papel que o montado tem representado para fins ambientais em Portugal", destacou o presidente dos CTT, Luís Nazaré, no final da cerimónia de lançamento.

O selo, com a imagem de um sobreiro, tem o valor facial de um euro, e o presidente dos CTT assegura que a edição de 230.000 exemplares "está praticamente esgotada", estando afastada a possibilidade de uma segunda edição.

"Nunca fazemos segundas edições, é por isso que a filatelia portuguesa é tão considerada", explicou.

O presidente dos CTT sublinhou que, sendo uma estreia a nível mundial, não foi fácil produzir este selo de cortiça, em que cada exemplar é uma peça única.

"Tivemos de encontrar um material especialmente fino, que aguentasse a impressão, não se degradasse rapidamente e que pudesse ter no verso uma fita auto-adesiva", explicou, recusando contudo revelar o custo final da produção deste selo.

Na cerimónia de lançamento estiveram presentes o presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, o ministro da Agricultura, Jaim Silva, e o ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.