Cristo Redentor "esconde-se" no dia de seus 80 anos

Cristo Redentor "esconde-se" no dia de seus 80 anos

 

Lusa/AO online   Internacional   12 de Out de 2011, 17:48

No dia da celebração de seus 80 anos, o Cristo Redentor amanheceu encoberto por forte neblina, mas não desanimou os turistas, que subiram ao Corcovado para acompanhar a missa celebrada pelo arcebispo Orani Tempesta

A celebração foi iniciada às 8:00 locais (11:00 nos Açores) com uma bênção aos 80 jovens católicos que passaram a noite em vigília orando por paz, amor e esperança.

O céu nublado obrigou o cancelamento do show aéreo que seria realizado pelo grupo Esquadrilha da Fumaça.

Após o fim da missa, que contou com a presença do prefeito da cidade, Eduardo Paes, os visitantes puderam ainda degustar o bolo de oito metros de cumprimento, decorado com uma figura do próprio Cristo e outra do papa Bento XVI.

Com 38 metros de altura, o Cristo Redentor do Rio de Janeiro entrou para o livro dos recordes em 2009 como a maior estátua de Cristo do mundo.

Em julho de 2007, o monumento, que está localizado a 710 metros de altura, em cima do morro conhecido como Corcovado, entrou para o seleto grupo das sete maravilhas do mundo moderno.

Além dos atos religiosos, também foram inaugurados dois bustos em homenagem aos criadores do projeto - o arquiteto brasileiro Heitor da Silva Costa e o então arcebispo do Rio de Janeiro, Sebastião Leme.

As comemorações se estendem ainda pelo final da tarde, com um concerto com 30 artistas nacionais no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo.

A pedido dos organizadores, o público presente deverá estar todo vestido de branco.

O show será gravado e distribuído mundialmente entre os países católicos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.