Gripe A

Criança teve morte súbita devido a provável doença congénita

 Criança teve morte súbita devido a provável doença congénita

 

Lusa / AO online   Nacional   29 de Out de 2009, 16:39

A ministra da Saúde disse que o rapaz de 10 anos que morreu em Lisboa na quarta-feira com gripe A teve morte súbita que poderá ter resultado de uma doença congénita provavelmente potenciada pelo vírus H1N1.
Segundo Ana Jorge, a autópsia ao menino revelou um "alteração do músculo cardíaco" na criança, que "teve um episódio de morte súbita".

"Os dados que dispomos até ao momento apontam para a provável existência de uma cardiomiopatia prévia", uma doença congénita que se traduz no aumento da espessura do músculo cardíaco e geralmente não apresenta sintomas, explicou Ana Jorge, em conferência de imprensa no Hospital D. Estefânia, Lisboa, onde faleceu a criança.

“Um episódio agudo, neste caso de gripe A, numa pessoa portadora de uma doença desta natureza, pode originar morte súbita. Aliás, é o que se tem verificado em algumas situações, nomeadamente em atletas de alta competição”, esclareceu a ministra.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.