Concursos bienais de apoio às artes abrem esta quinta-feira com 18,6 milhões de euros

Concursos bienais de apoio às artes abrem esta quinta-feira com 18,6 milhões de euros

 

Lusa/AO Online   Cultura e Social   28 de Mar de 2019, 09:19

Os concursos bienais de apoio às artes da Direção-Geral das Artes (DGArtes) abrem hoje "com uma verba total disponível de 18,6 milhões de euros", mais dois milhões de euros face ao último montante a concurso.

Na segunda-feira, o Ministério da Cultura anunciou a abertura, em comunicado, destacando que "esta é a primeira vez que os concursos bienais abrem em março", numa "antecipação de calendário em vários meses".

Também sublinhava a publicação prevista dos "resultados finais em setembro", o que pode permitir às estruturas "prepararem atempadamente e num quadro de maior estabilidade a atividade para os dois anos seguintes".

O concurso vai ter "dois grandes domínios: Criação e Programação": o primeiro, Criação, absorverá 70% do montante global, e "será objeto de seis avisos de abertura, relativos a cada uma das áreas artísticas a concurso"; o domínio da Programação terá 30% da dotação dos concursos, e "será objeto apenas de um concurso", segundo o Ministério.

As áreas artísticas a concurso, no domínio da Criação são Artes Visuais, Circo Contemporâneo e Artes de Rua, Cruzamentos Disciplinares, Dança, Música e Teatro.

Do montante global de apoio para o próximo biénio, o domínio da criação terá cerca de 13 milhões de euros e o domínio da programação perto de 5,6 milhões.

Quanto à distribuição dos montantes de apoio por regiões, "fica assegurado que nenhuma região pode absorver mais de 40% do montante global anual disponível, excetuando-se as áreas das Artes Visuais e do Circo Contemporâneo e Artes de Rua".

No domínio da Programação, "os montantes mínimos a garantir anualmente por região são os seguintes: 40 mil para a Região Autónoma dos Açores e 40 mil para a Região Autónoma da Madeira, 150 mil euros para o Algarve e outros 150 mil euros para o Alentejo".

Neste domínio, há 400 mil euros reservados para a Área Metropolitana de Lisboa, assim como para a Região Centro e outros 400 mil euros para o Norte.

No domínio da Criação, a repartição financeira será feita pelas áreas artísticas deste domínio: Artes Visuais, Circo Contemporâneo e Artes de Rua, Cruzamentos Disciplinares, Dança, Música e Teatro.

"Os procedimentos concursais garantem que, existindo entidades elegíveis, nenhuma região pode deixar de estar representada", nos resultados, à exceção "das áreas das Artes Visuais e do Circo Contemporâneo e Artes de Rua".

Este é o primeiro concurso plurianual aberto pelo novo diretor-geral das Artes, Américo Rodrigues, nomeado em fevereiro.

A versão definitiva do modelo de apoio às artes, revisto e simplificado, foi publicada a 01 de março, em Diário da República, tendo desde então sido abertos concursos no domínio da Internacionalização e para o programa simplificado de Apoio a Projetos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.