Ambiente

Concentração de gases com efeito de estufa com níveis recorde em 2010


 

Lusa/AO online   Internacional   21 de Nov de 2011, 10:38

Os principais gases com efeito de estufa responsáveis pelo aquecimento global atingiram novos recordes de concentração em 2010, anunciou a Organização Meteorológica Mundial.
Em 2010, "a presença na atmosfera de gases com efeito de estufa", causados pelo homem, "atingiu novamente níveis jamais registados desde a época pré-industrial", disse o secretário-geral da OMM, Michel Jarraud.

"Ainda que conseguíssemos parar hoje as emissões de gases com efeito de estufa, o que é longe de ser o caso, os gases já presentes na atmosfera iriam permanecer durante dezenas de anos e continuariam a perturbar o frágil equilíbrio da terra, planeta vivo, e do clima", acrescentou.

Os gases com efeito de estufa captam uma parte das radiações solares que atravessam a atmosfera, que aquece.

Entre 1990 e 2010, a diferença entre a energia recebida e a energia emitida pelo sistema climático (que, quando é positiva, leva ao aquecimento) da atmosfera aumentou 29 por cento e o dióxido de carbono é responsável por 80 por cento desta subida.

Entre 2009 e 2020, a concentração de dióxido de carbono na atmosfera aumentou mais que a média dos anos noventa e que a média dos 10 últimos anos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.