Açoriano Oriental
Carlos Tomé lança “O Bracinho” no dia 26 de março

O Teatro Micaelense acolhe, no próximo dia 26 de março, pelas 18h30, o lançamento do mais recente livro de Carlos Tomé , intitulado “O Bracinho”, a apresentação vai estar a cargo da poetisa Renata Correia Botelho e conta ainda com participação do sociólogo Fernando Diogo, com chancela da Letras LAVAdas.



article.title

Foto: Eduardo Resendes
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Segundo explica nota de imprensa “nos anos sessenta do século passado, no auge do fluxo migratório de açorianos para a América do Norte e para o Brasil, uma família micaelense resolve procurar no outro lado do Atlântico um futuro mais risonho do que aquele que julga possível nos Açores. No entanto, ao partir de São Miguel, para se fixar nos arredores de São Paulo, a família não está completa. No porto de Ponta Delgada fica, na companhia de uma tia, o mais jovem de todos, um menino de seis anos, entregue à angústia de se ver sem os pais e os irmãos”.


Esse é o pano de fundo do mais recente livro de Carlos Tomé, no qual o escritor romanceia um acontecimento verídico, “uma das muitas histórias que conferem razão ao aforismo que atribui mais incredulidade à realidade do que à ficção”.


O título “O Bracinho” é uma alusão à alcunha por que é carinhosamente tratado esse menino, António de seu nome, na freguesia onde nasceu e onde, subitamente, se viu apartado de quem mais amava.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.