Carlos César confiante no turismo

Carlos César confiante no turismo

 

Lusa/AO Online   Regional   20 de Set de 2011, 11:57

O presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, manifestou hoje confiança no futuro do turismo na região, salientando que julho foi o “melhor mês de sempre”, apesar do setor estar a viver uma “conjuntura de perturbação”.

“Temos um grande trabalho pela frente, mas a nossa notoriedade turística e os visitantes que rececionamos hoje são incomensuravelmente mais relevantes e numerosos do que há pouco mais do que uma década”, afirmou, recordando que o turismo foi um setor “quase ignorado” até meados dos anos 90.

Carlos César salientou que os Açores são “muito jovens” nesta área, mas manifestou confiança no futuro, frisando que “os números animam e demonstram que é possível intervir, trabalhar nos mercados, inverter tendências, não desistir e progredir”.

Nesse sentido, recordou que julho foi “o melhor mês de sempre no turismo dos Açores ao nível no número de hóspedes e o segundo melhor de sempre em dormidas”.

Os dados oficiais divulgados pelo Serviço Regional de Estatística indicam que, em julho, a região registou 47.937 hóspedes, o que equivale a um crescimento de 3,6 por cento relativamente ao mesmo mes do ano anterior, tendo sido também registadas 158.640 dormidas, que representam um crescimento homólogo de 6,7 por cento.

O presidente do executivo açoriano falava em Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, na cerimónia que assinalou o início da construção do primeiro ‘hotel de charme’ da ilha de Santa Maria.

O ‘Charming Blue’, num investimento global de cinco milhões de euros, incluirá, entre outras valências, um centro de mergulho, e estará centrado nas temáticas das artes e do mar.

“Este é um investimento que tem características únicas para a Região e que se espera que venha a ser o primeiro de outros que contribuam para a nossa afirmação como um destino turístico peculiar”, afirmou Carlos César.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.