Candidatos do PS e PSD lamentam cancelamento de debates na RTP/Açores


 

Lusa/AO online   Regional   9 de Out de 2012, 15:04

Os dois principais candidatos à presidência do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro (PS) e Berta Cabral (PSD), lamentaram esta terça-feira o cancelamento dos debates na RTP/Açores, admitindo que seriam mais um contributo para o esclarecimento dos eleitores.

“Temos que respeitar as normas e as decisões das instituições. No entanto, achava positivo que tivesse havido um debate a dois, entre mim e o candidato socialista”, afirmou Berta Cabral, em declarações aos jornalistas em Ponta Delgada.

Para a candidata social-democrata, a realização do debate teria sido positivo porque iria ser “mais esclarecedor para os eleitores”.

No mesmo sentido, Vasco Cordeiro destacou a “importância e a utilidade que teria o debate, para permitir a apresentação dos projetos e das medidas de cada candidato”.

Vasco Cordeiro, que falava aos jornalistas em Vila Franca do Campo, salientou compreender a decisão da RTP/Açores, na sequência de uma decisão da Comissão Nacional de Eleições (CNE), mas considerou que era importante a realização do debate para “esclarecer ainda mais os açorianos”.

A RTP/Açores anunciou hoje o cancelamento do debate entre candidatos às eleições regionais por falta de acordo entre os partidos sobre o modelo televisivo.

A televisão pública regional pretendia realizar dois debates com todos os cabeças de lista, um com os representantes dos partidos com assento parlamentar e outro com os restantes, mas o MRPP e o PDA apresentaram uma queixa junto da CNE a contestar essa solução.

"Face às queixas apresentadas e a uma contraproposta da RTP/Açores, a CNE considerou que o modelo de dois debates só seria possível se houvesse unanimidade entre os partidos, o que não aconteceu", refere a RTP/Açores numa carta dirigida a todas as forças políticas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.