Pescas

Bruxelas quer limitar capturas de duas espécies de atum e espadarte

Bruxelas quer limitar capturas de duas espécies de atum e espadarte

 

Lusa/AO online   Economia   11 de Nov de 2011, 11:31

A União Europeia (UE) quer estabelecer limites para a pesca de duas espécies de atum, bem como para o espadarte, posição que vai defender na Convenção Internacional para a Conservação dos Tunídeos do Atlântico, foi divulgado em Bruxelas.
Na 22ª reunião da Convenção Internacional para a Conservação dos Tunídeos do Atlântico (ICCAT, na sigla inglesa), a UE e os outros parceiros deverão fixar totais admissíveis de capturas (TAC) para o atum-patudo e para o atum-voador, do Atlântico Norte e Sul.

Bruxelas quer ainda ver adoptadas medidas para a conservação do espadarte do Mediterrâneo e das espécies tropicais de atuns e tubarões, baseando as suas pretensões em pareceres científicos.

Já no que respeita ao atum-rabilho - espécie ameaçada e muito apreciada no 'sushi', o TAC para 2012 foi fixado este ano em 12 900 toneladas, limite que não deverá sofrer alteração para 2012.

A reunião da ICCAT decorre até dia 19.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.