Previsões

Bruxelas prevê taxa de desemprego de 7,9% em 2009

Bruxelas prevê taxa de desemprego de 7,9% em 2009

 

Lusa/AOonline   Economia   3 de Nov de 2008, 09:56

A Comissão Europeia prevê uma taxa de desemprego de 7,9 por cento em Portugal no próximo ano, um valor mais pessimista do que aqueles antecipados quer pelo Governo português (7,6 por cento) como pelo Fundo Monetário Internacional (7,8 por cento).

Nas Previsões Económicas do Outono hoje divulgadas pelo executivo comunitário, Bruxelas antecipa para Portugal uma taxa de desemprego de 7,7 por cento este ano e 7,9 por cento em 2009 e em 2010.

    Estas previsões de Bruxelas são mais pessimistas que as de Lisboa, já que a proposta de Orçamento de Estado para 2009, apresentada há cerca de duas semanas, prevê uma taxa de desemprego de 7,6 por cento em 2009 (tal como em 2008), o que já constituiu uma revisão em alta relativamente ao anterior cenário do Governo, de 7,4 por cento.

    Os valores antecipados pela Comissão Europeia são também mais pessimistas que as previsões do FMI, divulgadas em Outubro, que antecipam uma taxa de desemprego em Portugal de 7,6 por cento este ano e 7,8 por cento no próximo.

    As Previsões do Outono apontam para uma taxa de desemprego de 7,8 por cento na União Europeia em 2009 e de 8,4 por cento na Zona Euro, valores que deverão crescer respectivamente para 8,1 por cento e 8,7 por cento em 2010.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.