Trabalho

Bruxelas aprova ajuda para ex-trabalhadores da Qimonda

 Bruxelas aprova ajuda para ex-trabalhadores da Qimonda

 

Lusa/AO online   Economia   2 de Set de 2010, 11:01

A Comissão Europeia aprovou esta quinta-feira uma ajuda financeira de 2,4 milhões de euros para 839 trabalhadores despedidos da fábrica da Qimonda de Vila do Conde, atribuída ao abrigo do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização.
Respondendo assim favoravelmente à candidatura apresentada no ano passado pelo Governo português, o executivo comunitário indicou que irá agora apresentar uma proposta ao Parlamento Europeu e ao Conselho com vista à mobilização da subvenção de 2 405 671 euros, que visa ajudar os 839 ex-trabalhadores da Qimonda portuguesa a encontrar novos empregos.

“A decisão hoje tomada ajudará os ex-trabalhadores da Quimonda a encontrar novos empregos, através de formação e apoios destinados a dotá-los de novas competências. Estou confiante que as medidas planeadas facilitarão a transição para um novo emprego”, afirmou hoje o comissário europeu do Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão, László Andor.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.