Brasil eleito para vaga rotativa no Conselho de Segurança da ONU


 

Lusa / AO online   Internacional   15 de Out de 2009, 18:57

Com 182 votos de um total de 183 países votantes, o Brasil foi eleito para ocupar, pela décima vez, um assento rotativo no Conselho de Segurança das Nações Unidas.
Segundo o ministro de Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim, o Brasil, por ser candidato único endossado pela América Latina e Caribe, tinha grandes hipóteses de ser eleito por “uma boa margem”.

“Essa eleição é muito importante. O Brasil é um país que, juntamente com o Japão, é membro não permanente que mais vezes participou do Conselho de Segurança e onde sempre tem dado uma contribuição para a paz internacional e é assim que continuaremos”, afirmou o chanceler brasileiro no Rio de Janeiro.

O Brasil já acumula 18 anos de experiência, só igualada pelo Japão. A votação de hoje na Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque, elegeu além do Brasil, a Bósnia-Herzegovina, Gabão, Líbano e Nigéria para ocuparem assentos não permanentes do Conselho durante o biénio 2010-2011.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.