Bragança sensibiliza empresários para o potencial da natureza


 

Lusa / AO online   Nacional   29 de Nov de 2007, 10:20

Uma mostra ibérica que decorre sexta e sábado no centro empresarial de Bragança pretende sensibilizar os empresários locais para o potencial inexplorado da região em matéria de ambiente e energias renováveis.
A iniciativa da Associação Empresarial do Distrito de Bragança (NERBA) é também aberta à comunidade em geral e está pensada para ser um espaço interactivo.

Os visitantes podem colocar questões, sugestões e contarem com soluções e oportunidades existentes no mercado.

O Nordeste Transmontano é considerado uma das regiões portuguesas com maior potencial ambiental, nomeadamente ao nível das energias renováveis, com condições para exploração de energia eólica e da chamada biomassa a partir de restos florestais ou outros materiais orgânicos.

O presidente do Nerba, Rui Vaz, admite que não há iniciativas locais empresarias para explorar este potencial e um dos propósitos da mostra é estimular os empresários.

A mostra empresarial com empresas do sector, instituições, centros tecnológicos, legislação e informação publicada na imprensa sobre a temática é um dos últimos eventos da Ambibéria.

A iniciativa decorre desde 08 de Novembro com palestras sobre resíduos industriais, eco-eficiência energética dos edifícios, legislação e incentivos e boas práticas empresariais.

O evento resulta de uma parceria com os vizinhos espanhóis e é apoiado pelo programa comunitário para o desenvolvimento das regiões fronteiriças, o Interreg.

Nos próximos dois dias, a mostra empresarial ibérica permitirá aos visitantes calcularem a sua pegada ecológica, experimentarem viaturas híbridas, fazerem uma auto-avaliação da eco-eficiêcia das empresas e obterem um guia do consumo sustentável.

A iniciativa conta também com o envolvimento da comunicação social numa das exposições temáticas com textos publicados sobre o Ambiente e um minuto nas rádios dedicado à temática.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.