Legislativas 2008

Bispo de Angra apela ao voto nas eleições regionais


 

Lusa/AO online   Regional   8 de Set de 2008, 15:46

O bispo de Angra alertou que a abstenção nos actos eleitorais é “demasiado elevada nos Açores” e apelou, por isso, aos açorianos para votarem a 19 de Outubro, “exercendo uma cidadania activa responsável”.
    Numa nota pastoral, D. António Sousa Braga sustentou que, em democracia, as “eleições são um momento privilegiado do exercício de uma cidadania activa responsável”, porque, “em coerência com a fé, os cristãos não podem deixar de votar no dia das eleições”.

    “Votar é um dever e um direito de todos os cidadãos e uma obrigação grave de todo o católico, pois o praticante não o é só por ir à missa, mas também porque se compromete na vida da sociedade”, considerou o prelado açoriano.

    António Sousa Braga sublinhou, porém, que “o devem fazer em consciência, não permitindo com o seu voto o favorecimento de ninguém para a realização de um programa político em que a fé e a moral sejam subvertidos”.

    “Estão neste caso as leis civis do aborto e eutanásia, a protecção dos direitos do embrião humano, o casamento monogâmico entre pessoas de sexo diferente, a liberdade religiosa, a economia ao serviço da pessoa e do bem comum”, acrescenta o Bispo.

    D. António Sousa Braga manifesta-se consciente de que “não é fácil encontrar um partido que responsa satisfatoriamente a todas e a cada uma destas exigências éticas” e, por isso, “urge estar informado sobre as políticas em debate”.

    “Não há um partido ideal e por vezes temos mesmo de escolher o mal menor”, adianta o prelado, que frisa ser “o mal maior ficar em casa e não ir votar”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.